Translate

domingo, 30 de julho de 2017

Nova Resenha: O Demonologista, por Felipe Mendes

O Demonologista
Andrew Pyper
DarkSide

 O livro conta a história de David Ulman, um renomado professor da Universidade da Columbia, especializado na figura literária do “Diabo”.
 David baseia suas pesquisas principalmente na obra-prima de John Milton – Paraíso Perdido.
 Ele aceita um convite para testemunhar um fenômeno sobrenatural em Veneza “ que seria de extrema importância, tanto para a Humanidade quanto para a carreira pessoal de David”, mas para David Tudo não passa de mera mitologia.
 Aproveitando o tempo que teria na cidade turística italiana, ele leva sua filha de 12 anos junto, ´para algumas férias. Mas o que seriam apenas alguns dias de folga se tornaram uma corrida desesperada para resgatar a criança, que desaparece em estranhas circunstâncias, fazendo David mudar sua opinião sobre tudo o que um dia ele duvidou existir.
 A história não chega exatamente a ser assustadora, mas há momentos perturbadores que farão com que leitores mais impressionáveis se arrepiem.
 Super indicado!



quarta-feira, 26 de julho de 2017

A Última Casa da Rua, por Felipe Mendes

Temos um novo colaborador no Para Gostar de Ler: Felipe Mendes. Eles nos traz uma resenha sensacional! Confiram:

A Última Casa da Rua
Lily Blake, Jonathan Mostow e David Loucka
ID Editora

  A Última Casa da Rua é um livro baseado em um filme bem bacana... Encontrei este livro em uma feirinha num shopping aqui próximo e custou bem baratinho. Eu já tinha assistido o filme, por isso me chamou atenção a capa dele. E reparem quem é a atriz principal hahaha, ela mesmo Jennifer Lawrence Enfim vamos direto ao ponto, vocês sabem que gosto de ser direto. Elissa e a mãe se mudaram pra uma cidade do interior dos estudos unidos, com a ideia de se aproximarem mais como mãe e filha, pois Elissa tinha se afastado da mãe após a morte do pai. Elas mudaram-se pra uma casa próxima onde avia acontecido um duplo homicídio cometido por uma garotinha chamada Carrie Anne que matou seus pais e desapareceu. Em busca de amizades Elissa acaba conhecendo o irmão de Carrie Anne e atual morador da casa ao lado (Ryan Jacobsen) após uma festa onde Elissa acaba pega do uma carona com o rapaz. Ryan era solitário um cara solitário e carente e encontra em Elissa uma ótima companhia e os dois acabam se envolvendo em um romance perigoso onde Elissa não sabe o que a aguarda. O livro e o filme são ótimos e apesar de ser baseado no filme, o livros é rico em detalhes que não existem no filme e responde muitas dúvidas de quem assistiu o filme. Para quem nunca assistiu recomendo e para quem nunca leu, recomendo também. 
 
Conheçam Felipe Mendes:

Felipe Mendes tem 19 anos, leonino, ama fazer amizades. Considera-se um colecionador de livros, gosta de ter todos em sua prateleira e os guarda com muito cuidado. Costuma escolher meus livro pelo título, capa ou muitas vezes pela edição, exemplo, os livros da Darkside Books. Não é um crítico literário, é um degustador dos livros que se propõe a ler, já que não costuma ler muitos livros por mês, no máximo dois livros, pois gosta de apreciar a leitura e muitas vezes ler bem devagar, aproveitando a essência do livro.
 Hoje é dono e ADM de um Instagram literário que se chama @iloveboocks, cujo nome será trocado no final de julho. Tem planos pra um futuro canal que brevemente estará pronto. Está sempre em busca de novas parcerias tanto pra o ajudar a crescer como pessoa, como pra difundir a literatura no Brasil.

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Levana - Resenha por Taiana Lopes.



Levana – A rainha mais bela
Coleção Crônicas Lunares 

Marissa Meyer 
Rocco

O spin-off das Crônicas Lunares conta a história da rainha Levana, sua infância, adolescência, e início de reinado. Temos a adaptação da rainha da Branca de Neve, com várias referências de forma sútil e ao mesmo tempo marcante, assim como nos outros livros da saga. Levana não era herdeira legítima do trono de Luna, e sim sua irmã mais velha a princesa Channary – mãe de Cinder -  quem sempre a oprimiu e até torturou usando o glamour por ser mais velha.

Apesar de toda crueldade relatada nos quatro livros antecessores (Cinder, Scarlet, Cress, Winter), Levana nem sempre foi tão perversa, e nesse livro vemos o lado adolescente apaixonada e até possessivo, quando ela se apaixona pelo guarda real Evret. Um romance que tem grandes traumas e manipulações emocionais entre uma princesa, um guarda real viúvo que tem uma filha, Winter, do seu casamento anterior. Inicialmente Levana parece apenas uma jovem com vida sofrida, traumatizada e que se torna má por conta disso, porém a perversidade já fazia parte de quem ela é, do que queria.
O reinado da rainha Channary é curto, e fica para a irmã a missão de ser rainha regente até que Selene (Cinder) tenha idade para assumir o trono aos 12 anos. Nesse meio tempo Levana toma gosto pelas questões políticas, melhora a economia de Luna. O poder lhe sobe à cabeça, e a vida da princesa Selene começa a correr perigo. O suposto acidente onde Selene morre, ou Cinder nasce, como preferir, é relatado em detalhes no livro e finalmente vemos a rainha Levana com seu jeito maquiavélico já conhecido.
Luna enfrenta questões internas complexas e a Terra passa a ser um alvo para a rainha, que faz de tudo para conseguir o que quer. Ainda no reinado de seus pais, são apresentados os projetos da doença mortal aos terráqueos, a letumose, e a criação do exército meta-humano de lobos, projetos que Levana fez questão de manter e aprimorar para ter o governo terráqueo nas mãos.
Personagens secundários já conhecidos como Jacin – guarda de Winter e seu amigo de infância, o Dr. Erland – pai de Cress e cientista responsável pela pesquisa com Ciborgues do palácio, o avô de Scarlet quem salvou Cinder e a levou para Terra, e a temível taumaturga Sybil Mira aparecem trazendo todo um charme e contextualização para a trama muito bem escrita de Marissa Meyer, que mais uma vez foi competente ao adaptar contos de fadas. Vale ressaltar que a arte da capa é uma das belas e enigmáticas, até mesmo arrepiante. Diferentemente dos outros livros, nesse não há divisão por capítulos e a história é narrada pela própria Levana e em terceira pessoa – já que não há outro personagem principal para fazer a divisão.


 



Taiana Lopes é coordenadora e editora chefe na empresa Noticiário Paralímpico e tem seu próprio canal no Youtube onde fala sobra suas experiências como amputada. Vale a pena assistir: